sexta-feira, 3 de março de 2017

Limite

Eu te amo, é uma coisa inevitável. Sou louca por você.
Deixo meus sonhos para sonhar os seus,
Esqueço meus problemas para resolver os seus,
Me coloco em segundo plano em minha própria vida
Para viver a tua.

Não quero dinheiro, nem fama,
E muito menos status.
Quero amor.
Custa me amar um pouco que seja?
Custa dizer que sou linda e que não vive sem mim?

Preciso de amor, mas não consigo amar por nós dois
Preciso se a prioridade de alguém,
Preciso me sentir segura,
Pois na maioria das horas, sinto meu mundo aos poucos,
Desabar.

Quero teu beijo, teu abraço.
Quero teu cheiro em mim.
Teu corpo no meu.
E principalmente seu coração.

Não suporto mais ouvir ofensas
Saindo da mesma boca que quero beijar.
Nem ironia,
Nos olhos que deveriam me confortar.

Não sei o quanto mais vou aguentar
E sozinha não vou conseguir salvar o nosso amor.

Um comentário:

  1. Obrigado por colaborar com a cultura, prezada e competente poetisa.

    ResponderExcluir